Capa do Livro Psicologia do Deficiente - Rosemary Shakespeare

Psicologia do Deficiente - Rosemary Shakespeare

1.112 palavras · 6 minutos tempo de leitura Biografias e Memórias Medicina Autoajuda

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

Psicologia do Deficiente - Rosemary Shakespeare

O livro "Psicologia do Deficiente" de Rosemary Shakespeare é uma obra essencial para entender a psicologia das pessoas com deficiência. O livro aborda uma variedade de tópicos, incluindo:

  • A história da psicologia da deficiência
  • Os diferentes modelos de deficiência
  • As experiências das pessoas com deficiência
  • Os desafios enfrentados pelas pessoas com deficiência
  • As intervenções psicológicas que podem ajudar as pessoas com deficiência

Shakespeare escreve de forma clara e acessível, e ela usa muitos exemplos para ilustrar seus pontos. O livro é um recurso valioso para estudantes, profissionais e qualquer pessoa interessada em aprender mais sobre a psicologia da deficiência.

História da Psicologia da Deficiência

A psicologia da deficiência é um campo relativamente novo, com suas origens no século XIX. Os primeiros psicólogos que estudaram a deficiência estavam interessados em entender as causas da deficiência e em desenvolver maneiras de ajudar as pessoas com deficiência.

No início do século XX, a psicologia da deficiência começou a se concentrar mais nas experiências das pessoas com deficiência. Os psicólogos começaram a estudar como as pessoas com deficiência se adaptam ao seu ambiente e como elas enfrentam os desafios da vida.

Na década de 1960, a psicologia da deficiência passou por uma grande mudança. Os psicólogos começaram a rejeitar o modelo médico da deficiência, que via a deficiência como uma doença. Em vez disso, os psicólogos começaram a adotar o modelo social da deficiência, que vê a deficiência como uma construção social.

O modelo social da deficiência argumenta que a deficiência é causada por barreiras sociais, como a discriminação e a falta de acessibilidade. O modelo social da deficiência também argumenta que as pessoas com deficiência são capazes de viver vidas plenas e produtivas, se forem dadas as mesmas oportunidades que as pessoas sem deficiência.

Modelos de Deficiência

Existem muitos modelos diferentes de deficiência. Alguns dos modelos mais comuns incluem:

  • O modelo médico da deficiência
  • O modelo social da deficiência
  • O modelo biopsicossocial da deficiência
  • O modelo de deficiência baseada na atividade
  • O modelo de deficiência baseada na participação

Cada modelo de deficiência tem suas próprias vantagens e desvantagens. O modelo médico da deficiência é útil para entender as causas da deficiência, mas pode levar a uma visão negativa das pessoas com deficiência. O modelo social da deficiência é útil para entender as barreiras sociais que as pessoas com deficiência enfrentam, mas pode não levar em conta os fatores biológicos que podem contribuir para a deficiência.

O modelo biopsicossocial da deficiência é um modelo mais abrangente que leva em conta os fatores biológicos, psicológicos e sociais que podem contribuir para a deficiência. O modelo de deficiência baseada na atividade é um modelo que se concentra nas atividades que as pessoas com deficiência são capazes de realizar, em vez de nas suas limitações. O modelo de deficiência baseada na participação é um modelo que se concentra na participação das pessoas com deficiência na sociedade.

Experiências das Pessoas com Deficiência

As pessoas com deficiência têm uma variedade de experiências. Algumas pessoas com deficiência vivem vidas plenas e produtivas, enquanto outras enfrentam muitos desafios.

Os desafios enfrentados pelas pessoas com deficiência podem incluir:

  • Discriminação
  • Falta de acessibilidade
  • Desemprego
  • Pobreza
  • Isolamento social
  • Depressão

Apesar dos desafios que enfrentam, muitas pessoas com deficiência são capazes de viver vidas felizes e bem-sucedidas. Elas são capazes de trabalhar, criar famílias e contribuir para a sociedade.

Desafios Enfrentados pelas Pessoas com Deficiência

As pessoas com deficiência enfrentam uma variedade de desafios, incluindo:

  • Discriminação
  • Falta de acessibilidade
  • Desemprego
  • Pobreza
  • Isolamento social
  • Depressão

A discriminação é um dos maiores desafios enfrentados pelas pessoas com deficiência. As pessoas com deficiência são muitas vezes discriminadas no emprego, na educação, na habitação e em outros aspectos da vida.

A falta de acessibilidade é outro grande desafio enfrentado pelas pessoas com deficiência. Muitos edifícios, transportes públicos e outros espaços públicos não são acessíveis às pessoas com deficiência. Isso pode dificultar para as pessoas com deficiência participar plenamente da sociedade.

O desemprego é um problema comum entre as pessoas com deficiência. As pessoas com deficiência são muitas vezes discriminadas no emprego, e elas também podem ter dificuldade em encontrar empregos que sejam adequados às suas necessidades.

A pobreza é outro problema comum entre as pessoas com deficiência. As pessoas com deficiência são mais propensas a viver na pobreza do que as pessoas sem deficiência. Isso se deve a uma série de fatores, incluindo a discriminação, a falta de acessibilidade e o desemprego.

O isolamento social é outro problema comum entre as pessoas com deficiência. As pessoas com deficiência podem ser isoladas socialmente por uma série de fatores, incluindo a discriminação, a falta de acessibilidade e a pobreza.

A depressão é um problema comum entre as pessoas com deficiência. As pessoas com deficiência são mais propensas a sofrer de depressão do que as pessoas sem deficiência. Isso se deve a uma série de fatores, incluindo a discriminação, a falta de acessibilidade, o desemprego, a pobreza e o isolamento social.

Intervenções Psicológicas que Podem Ajudar as Pessoas com Deficiência

Existem uma variedade de intervenções psicológicas que podem ajudar as pessoas com deficiência. Algumas das intervenções psicológicas mais comuns incluem:

  • Terapia cognitivo-comportamental (TCC)
  • Terapia interpessoal (TIP)
  • Terapia de aceitação e compromisso (ACT)
  • Terapia de redução do estresse baseada na atenção plena (MBSR)
  • Terapia de arte
  • Terapia de música
  • Terapia de dança
  • Terapia de animais

A TCC é uma forma de terapia que ajuda as pessoas a mudar seus pensamentos e comportamentos negativos. A TIP é uma forma de terapia que ajuda as pessoas a melhorar seus relacionamentos com outras pessoas. A ACT é uma forma de terapia que ajuda as pessoas a aceitar suas experiências e a se comprometer com seus valores. A MBSR é uma forma de terapia que ajuda as pessoas a reduzir o estresse e a melhorar sua atenção plena.

A terapia de arte, a terapia de música, a terapia de dança e a terapia de animais são formas de terapia que usam a arte, a música, a dança e os animais para ajudar as pessoas a se expressarem e a se curarem.

Conclusão

O livro "Psicologia do Deficiente" de Rosemary Shakespeare é uma obra essencial para entender a psicologia das pessoas com deficiência. O livro aborda uma variedade de tópicos, incluindo a história da psicologia da deficiência, os diferentes modelos de deficiência, as experiências das pessoas com deficiência, os desafios enfrentados pelas pessoas com deficiência e as intervenções psicológicas que podem ajudar as pessoas com deficiência.

Shakespeare escreve de forma clara e acessível, e ela usa muitos exemplos para ilustrar seus pontos. O livro é um recurso valioso para estudantes, profissionais e qualquer pessoa interessada em aprender mais sobre a psicologia da deficiência.

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços