Capa do Livro Phytogeographia do Brasil - A. J. de Sampaio

Phytogeographia do Brasil - A. J. de Sampaio

564 palavras · 3 minutos tempo de leitura Geografia e História Ciências Exatas/Engenharia e tecnologia

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

Phytogeographia do Brasil: Uma Jornada pela Flora Brasileira

O livro "Phytogeographia do Brasil", escrito por A. J. de Sampaio, é uma obra fundamental para entender a diversidade e a distribuição das plantas no Brasil. Publicado em 1934, o livro é um marco na botânica brasileira e continua sendo uma referência importante para pesquisadores e estudantes da área.

A Diversidade da Flora Brasileira

O Brasil é um país megadiverso, com uma flora extremamente rica e diversificada. Estima-se que existam cerca de 46.000 espécies de plantas no país, o que representa cerca de 20% de todas as espécies de plantas do mundo. Essa diversidade é resultado de uma combinação de fatores, como o clima tropical, a grande extensão territorial e a variedade de ecossistemas.

A Distribuição das Plantas no Brasil

A distribuição das plantas no Brasil é influenciada por diversos fatores, como o clima, o solo, a altitude e a disponibilidade de água. As florestas tropicais, por exemplo, são encontradas em regiões com clima quente e úmido, enquanto as savanas são encontradas em regiões com clima mais seco. As florestas temperadas são encontradas no sul do país, enquanto as florestas subtropicais são encontradas no sudeste.

Os Domínios Fitogeográficos do Brasil

O Brasil é dividido em seis domínios fitogeográficos, cada um com suas próprias características florísticas. Os domínios fitogeográficos são:

  • Amazônia: É o maior domínio fitogeográfico do Brasil, cobrindo cerca de 49% do território nacional. É caracterizado pela floresta amazônica, que é a maior floresta tropical do mundo. A floresta amazônica é rica em espécies de plantas, com cerca de 30.000 espécies registradas.
  • Cerrado: É o segundo maior domínio fitogeográfico do Brasil, cobrindo cerca de 24% do território nacional. É caracterizado pelo cerrado, que é uma savana tropical. O cerrado é rico em espécies de plantas, com cerca de 10.000 espécies registradas.
  • Caatinga: É o terceiro maior domínio fitogeográfico do Brasil, cobrindo cerca de 11% do território nacional. É caracterizado pela caatinga, que é uma vegetação semiárida. A caatinga é rica em espécies de plantas, com cerca de 3.000 espécies registradas.
  • Mata Atlântica: É o quarto maior domínio fitogeográfico do Brasil, cobrindo cerca de 7% do território nacional. É caracterizado pela mata atlântica, que é uma floresta tropical. A mata atlântica é rica em espécies de plantas, com cerca de 20.000 espécies registradas.
  • Pampa: É o quinto maior domínio fitogeográfico do Brasil, cobrindo cerca de 2% do território nacional. É caracterizado pelo pampa, que é uma pradaria temperada. O pampa é rico em espécies de plantas, com cerca de 3.000 espécies registradas.
  • Pantanal: É o sexto maior domínio fitogeográfico do Brasil, cobrindo cerca de 2% do território nacional. É caracterizado pelo pantanal, que é uma planície inundável. O pantanal é rico em espécies de plantas, com cerca de 4.000 espécies registradas.

A Importância da Flora Brasileira

A flora brasileira é de grande importância para o país e para o mundo. As plantas fornecem alimento, abrigo e oxigênio para os seres vivos. As plantas também são utilizadas na produção de medicamentos, cosméticos e outros produtos. Além disso, a flora brasileira é um importante patrimônio natural e cultural do país.

Conclusão

O livro "Phytogeographia do Brasil" é uma obra fundamental para entender a diversidade e a distribuição das plantas no Brasil. O livro é uma referência importante para pesquisadores e estudantes da área, e também é uma leitura interessante para qualquer pessoa que se interesse pela natureza brasileira.

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços