Capa do Livro Perspectivas da Energia Atômica no Brasil - Luiz Cintra do Prado

Perspectivas da Energia Atômica no Brasil - Luiz Cintra do Prado

422 palavras · 3 minutos tempo de leitura Ciências Exatas/Engenharia e tecnologia Geografia e História

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

Introdução

O livro "Perspectivas da Energia Atômica no Brasil", de Luiz Cintra do Prado, é uma obra fundamental para entender o desenvolvimento da energia nuclear no país. Publicado em 1981, o livro apresenta uma análise detalhada do setor, desde suas origens até as perspectivas para o futuro.

O Início da Energia Nuclear no Brasil

A história da energia nuclear no Brasil começa na década de 1950, com a criação da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN). A partir daí, o país iniciou um programa de pesquisa e desenvolvimento nuclear, com o objetivo de dominar a tecnologia e utilizá-la para gerar energia elétrica.

O Programa Nuclear Brasileiro

O programa nuclear brasileiro foi dividido em três fases:

  • Fase 1: construção do reator de pesquisa IEA-R1, em São Paulo, e do reator de potência Angra 1, no Rio de Janeiro.
  • Fase 2: construção dos reatores de potência Angra 2 e Angra 3, também no Rio de Janeiro.
  • Fase 3: construção do reator de potência Angra 4, no Rio de Janeiro, e do reator de pesquisa Avançado Reator de Pesquisas (ARR), em São Paulo.

Os Desafios do Programa Nuclear Brasileiro

O programa nuclear brasileiro enfrentou diversos desafios ao longo de sua história, como:

  • Falta de recursos financeiros: o programa nuclear é um empreendimento caro, e o Brasil sempre teve dificuldades para obter os recursos necessários.
  • Oposição da sociedade: a energia nuclear é uma tecnologia controversa, e muitos brasileiros são contra seu uso.
  • Acidentes nucleares: os acidentes nucleares de Chernobyl, na Ucrânia, e de Fukushima, no Japão, aumentaram a preocupação da sociedade com a segurança da energia nuclear.

As Perspectivas da Energia Nuclear no Brasil

Apesar dos desafios, o programa nuclear brasileiro continua avançando. O país possui atualmente dois reatores de potência em operação, Angra 1 e Angra 2, e está construindo outros dois, Angra 3 e Angra 4. Além disso, o Brasil está desenvolvendo o reator de pesquisa Avançado Reator de Pesquisas (ARR), que será o mais avançado do país.

O futuro da energia nuclear no Brasil é incerto. O país tem potencial para se tornar uma potência nuclear, mas também enfrenta muitos desafios. O sucesso do programa nuclear brasileiro dependerá da capacidade do país de superar esses desafios.

Conclusão

O livro "Perspectivas da Energia Atômica no Brasil", de Luiz Cintra do Prado, é uma obra fundamental para entender o desenvolvimento da energia nuclear no país. O livro apresenta uma análise detalhada do setor, desde suas origens até as perspectivas para o futuro. É uma leitura essencial para qualquer pessoa interessada em energia nuclear.

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços