Capa do Livro O Cortiço - Ruy Castro

O Cortiço - Ruy Castro

590 palavras · 3 minutos tempo de leitura Biografias e Memórias Literatura Brasileira Romance Artes

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

O Cortiço - Ruy Castro: uma obra-prima da literatura brasileira

Se você é um amante da literatura brasileira, com certeza já ouviu falar do livro O Cortiço, de Ruy Castro. Se ainda não teve a oportunidade de ler essa obra-prima, não perca mais tempo e adquira já o seu exemplar! Neste artigo, vamos apresentar todos os motivos pelos quais essa obra é tão importante para a nossa cultura.

O autor

Antes de falarmos sobre a obra em si, é importante conhecermos um pouco sobre o autor. Ruy Castro nasceu em 1948, no Rio de Janeiro, e é um dos mais importantes jornalistas e escritores brasileiros da atualidade. Ele já escreveu diversas biografias de personalidades como Carmen Miranda e Garrincha, além de obras de ficção e ensaios sobre a cultura brasileira.

A obra

O Cortiço foi publicado em 1890, e desde então vem conquistando leitores de todas as idades e classes sociais. A história se passa no final do século XIX, em um cortiço localizado na zona portuária do Rio de Janeiro. O livro retrata a vida dos moradores desse lugar, suas lutas diárias, seus amores e desamores, suas traições e amizades.

O protagonista da história é João Romão, um português ambicioso que trabalha duro para construir seu próprio negócio: um cortiço. Com muito esforço e determinação, ele consegue comprar um terreno e construir um lugar onde as pessoas possam morar. Ao longo da narrativa, acompanhamos a evolução desse empreendimento e a vida dos personagens que lá habitam.

Os personagens

Além de João Romão, O Cortiço apresenta uma série de personagens marcantes e inesquecíveis. Entre eles, destacam-se:

  • Jerônimo: um trabalhador honesto que se apaixona por Rita Baiana, uma mulata sensual e sedutora.
  • Bertoleza: uma escrava alforriada que trabalha no cortiço e é apaixonada por João Romão.
  • Pombinha: uma jovem ingênua que é seduzida por Miranda, um malandro que vive de golpes.
  • Firmo: um capoeirista violento que tem um relacionamento tumultuado com a esposa, Isabel.

Cada um desses personagens tem sua própria história e personalidade, o que torna a narrativa ainda mais rica e envolvente.

A crítica social

O Cortiço é muito mais do que uma simples história de amor e amizade. A obra retrata de forma contundente a realidade social do Brasil no final do século XIX. O cortiço é um microcosmo da sociedade brasileira da época, onde conviviam pessoas de todas as classes sociais e raças.

Ao longo da narrativa, Ruy Castro aborda temas como a escravidão, a exploração do trabalho, a violência urbana, a prostituição e a marginalização dos pobres. Ele denuncia a hipocrisia da sociedade da época, que se preocupava mais com a aparência do que com a realidade das pessoas.

A linguagem

Outro aspecto marcante de O Cortiço é a linguagem utilizada por Ruy Castro. Ele utiliza um vocabulário rico e variado, com muitas expressões populares e gírias da época. Isso faz com que a leitura seja ainda mais interessante e envolvente, transportando o leitor para o universo retratado na obra.

Conclusão

Em resumo, O Cortiço é uma obra-prima da literatura brasileira que merece ser lida e relida por todos nós. Com uma trama envolvente, personagens inesquecíveis e uma crítica social contundente, o livro nos leva a refletir sobre a nossa própria sociedade e sobre os desafios que enfrentamos como país.

Se você ainda não teve a oportunidade de ler O Cortiço, não perca mais tempo e adquira já o seu exemplar. Essa é uma daquelas obras que ficam para sempre em nossa memória e que nos transformam como leitores e como seres humanos.

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços