Capa do Livro O Cortiço - Ferreira Gullar

O Cortiço - Ferreira Gullar

575 palavras · 3 minutos tempo de leitura Literatura Brasileira Poesia Biografias e Memórias Artes

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

O Cortiço - Uma obra de arte da literatura brasileira

O Cortiço é um livro escrito pelo renomado escritor brasileiro, Ferreira Gullar. A obra literária foi publicada pela primeira vez em 1890 e desde então tem sido considerada uma das maiores representantes do Realismo no Brasil.

A história se passa no Rio de Janeiro do final do século XIX e retrata a vida dos moradores de um cortiço. Um cortiço era um tipo de habitação coletiva que existia na época e abrigava pessoas de diferentes classes sociais. O livro mostra a luta diária dos personagens por sobrevivência, suas paixões, desejos e conflitos pessoais.

O livro é uma verdadeira obra de arte da literatura brasileira e tem sido estudado em escolas e universidades em todo o país. É um livro que desperta emoções e reflexões sobre a condição humana e as questões sociais que ainda são relevantes nos dias de hoje.

A seguir, vamos explorar alguns dos aspectos mais interessantes do livro:

Personagens cativantes e complexos

Uma das principais características do livro é a profundidade dos personagens. Cada um deles é único e tem sua própria história e personalidade. O autor descreve com maestria as nuances psicológicas de cada personagem, tornando-os cativantes e complexos.

Entre os personagens mais marcantes estão João Romão, o dono do cortiço, um homem ambicioso e sem escrúpulos que faz de tudo para enriquecer; Bertoleza, uma escrava liberta que se torna amante de João Romão e sofre com a discriminação racial; Jerônimo, um trabalhador honesto e dedicado que se apaixona por Rita Baiana, uma mulata sensual e enigmática.

A vida no cortiço

O Cortiço retrata de forma realista a vida nos cortiços do Rio de Janeiro do final do século XIX. O autor mostra como as pessoas viviam em condições precárias, sem saneamento básico, sem água potável e sem higiene. Os moradores do cortiço eram obrigados a conviver com doenças, violência e prostituição.

Além disso, o livro também aborda a questão da imigração no Brasil. Muitos personagens são imigrantes que vieram para o país em busca de trabalho e melhores condições de vida. A obra mostra como esses imigrantes eram explorados e discriminados pela sociedade brasileira.

Crítica social

O Cortiço é uma obra que faz uma forte crítica à sociedade brasileira da época. O livro mostra como a desigualdade social era gritante e como os mais pobres eram explorados pelos mais ricos. Além disso, a obra também critica a escravidão e a discriminação racial, temas que eram muito presentes na sociedade brasileira da época.

O autor também faz uma crítica à urbanização desenfreada que estava acontecendo no Rio de Janeiro naquela época. O crescimento desordenado da cidade estava causando problemas sociais e ambientais graves, como a falta de moradia, a poluição e a degradação do meio ambiente.

Conclusão

O Cortiço é uma obra-prima da literatura brasileira que merece ser lida e estudada por todos. O livro retrata a vida dos moradores de um cortiço de forma realista e emocionante, mostrando as lutas, paixões e conflitos pessoais de cada personagem.

Além disso, o livro faz uma forte crítica à sociedade brasileira da época, mostrando as desigualdades sociais, a exploração dos mais pobres e a discriminação racial.

Se você gosta de literatura brasileira e quer conhecer uma obra que é considerada um clássico, não deixe de ler O Cortiço. Esta é uma leitura que vai te emocionar, te fazer refletir e te transportar para o Rio de Janeiro do final do século XIX.

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços