Capa do Livro O Cortiço - Aluísio Azevedo

O Cortiço - Aluísio Azevedo

541 palavras · 3 minutos tempo de leitura Literatura Brasileira Biografias e Memórias Romance Literatura Estrangeira

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

O Cortiço - Aluísio Azevedo: um romance que retrata a vida na cidade do Rio de Janeiro durante o século XIX

Se você é fã de literatura brasileira e está em busca de um livro que retrate a vida urbana no Brasil durante o século XIX, não pode deixar de ler "O Cortiço", escrito por Aluísio Azevedo. Publicado em 1890, este romance é considerado um marco da literatura naturalista no Brasil e apresenta uma narrativa envolvente que prende o leitor do início ao fim.

Neste livro, Aluísio Azevedo retrata a vida dos moradores de um cortiço na cidade do Rio de Janeiro. A história se passa em uma época de intensas mudanças sociais e políticas no país, marcada pela abolição da escravatura e pela chegada de imigrantes europeus que se instalaram nas cidades em busca de trabalho e melhores condições de vida.

O cortiço em questão é uma espécie de comunidade formada por pessoas de diferentes classes sociais, que convivem em um mesmo espaço. Lá, encontramos personagens como João Romão, um ambicioso comerciante português que enriquece graças à exploração dos seus inquilinos; Bertoleza, uma escrava que sonha com a liberdade e luta para conquistá-la; e Jerônimo, um trabalhador honesto que tenta construir uma vida melhor para si e para sua família.

Ao longo da narrativa, vemos a luta desses personagens para sobreviver em meio à pobreza, à violência e à exploração. Azevedo retrata de forma realista a condição dos trabalhadores da época, mostrando como eram tratados pelos patrões e como lutavam para conseguir um salário justo e condições dignas de trabalho.

O autor utiliza uma linguagem crua e direta para descrever os personagens e os ambientes em que vivem. Ele não poupa detalhes sobre as condições precárias do cortiço, mostrando como os moradores convivem com a sujeira, o mau cheiro e a falta de higiene. Além disso, Azevedo aborda temas polêmicos como a prostituição, o alcoolismo, a violência e a corrupção, sem fazer julgamentos morais.

O naturalismo é uma das principais características deste livro. O autor utiliza a observação científica para retratar a realidade, mostrando como o meio ambiente influencia o comportamento dos personagens. Ele também faz uso da teoria da evolução de Charles Darwin para explicar as diferenças entre as classes sociais e as raças humanas.

No entanto, apesar de ser um livro que retrata a pobreza e a miséria, "O Cortiço" não é apenas um retrato pessimista da realidade. Azevedo também mostra a força dos laços familiares e da solidariedade entre os moradores do cortiço. Ele retrata personagens que lutam por seus sonhos e desejos, mesmo diante das adversidades.

Se você está em busca de um livro que retrate a vida no Brasil durante o século XIX de forma realista e envolvente, não pode deixar de ler "O Cortiço". Este romance de Aluísio Azevedo é uma obra-prima da literatura brasileira, que retrata com maestria a luta dos trabalhadores pela sobrevivência em um ambiente hostil e desigual.

Subtítulos:

  1. Um retrato realista da vida urbana no Brasil do século XIX
  2. A luta dos trabalhadores por melhores condições de vida
  3. Personagens complexos e envolventes
  4. A força dos laços familiares e da solidariedade entre os moradores do cortiço
  5. O naturalismo e a observação científica na literatura brasileira

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços