Capa do Livro Paul Auster - A Trilogia de Nova York

Paul Auster - A Trilogia de Nova York

583 palavras · 3 minutos tempo de leitura Literatura Estrangeira Romance Ficção Científica e Fantasia Policial e Suspense

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

Paul Auster é um escritor renomado e premiado, e sua obra "A Trilogia de Nova York" é uma das mais aclamadas da literatura contemporânea. Composta pelos livros "Cidade de Vidro", "Fantasmas" e "O Quarto Fechado", essa trilogia é uma verdadeira viagem pela cidade que nunca dorme, explorando temas como identidade, solidão, loucura e realidade.

Neste resumo, vamos conhecer um pouco mais sobre cada um dos livros que compõem essa trilogia e entender por que ela é tão especial. Prepare-se para se surpreender com a maestria de Paul Auster e se apaixonar por seus personagens.

Cidade de Vidro

O primeiro livro da trilogia, "Cidade de Vidro", é uma obra-prima do gênero noir. O protagonista é Daniel Quinn, um escritor de romances policiais que, após receber um telefonema destinado a um detetive particular, decide assumir a identidade deste último para solucionar um caso. A partir daí, a trama se desenrola em uma série de reviravoltas que desafiam a percepção do leitor sobre o que é real e o que é imaginário.

Com uma narrativa envolvente e uma atmosfera sombria que remete aos clássicos do cinema noir, "Cidade de Vidro" é um livro que prende a atenção do começo ao fim. Os personagens são complexos e intrigantes, e a forma como Paul Auster brinca com a linguagem e a estrutura narrativa é simplesmente genial.

Fantasmas

O segundo livro da trilogia, "Fantasmas", é uma história de amor, perda e redenção. O protagonista é Blue, um detetive particular que é contratado por um homem misterioso para encontrar um velho amigo de infância. Ao longo da investigação, Blue se envolve com a irmã do amigo desaparecido e acaba descobrindo segredos sombrios do passado.

Com uma narrativa mais introspectiva do que o primeiro livro, "Fantasmas" é um retrato emocionante da solidão e da busca por conexão humana. Os personagens são profundamente humanos e as reflexões sobre a vida e a morte são tocantes e poéticas.

O Quarto Fechado

O último livro da trilogia, "O Quarto Fechado", é uma obra-prima da metaficção. O protagonista é um escritor chamado Fanshawe que desaparece misteriosamente após publicar um livro de sucesso. Seu amigo, o também escritor e protagonista do livro anterior, Blue, decide investigar o caso e acaba mergulhando em uma jornada que desafia as fronteiras entre realidade e ficção.

Com uma estrutura narrativa complexa e surpreendente, "O Quarto Fechado" é um livro que exige atenção e dedicação do leitor. Mas o esforço vale a pena: a forma como Paul Auster brinca com os limites da narrativa e questiona a própria natureza da criação literária é simplesmente genial.

Por que ler "A Trilogia de Nova York"?

"A Trilogia de Nova York" é uma obra-prima da literatura contemporânea que merece ser lida e relida diversas vezes. Com personagens complexos, tramas envolventes e uma linguagem poética e precisa, Paul Auster nos leva a uma viagem pelo coração da cidade que nunca dorme, explorando temas universais como a solidão, a identidade e a busca por sentido na vida.

Além disso, a trilogia é uma verdadeira aula de metaficção e narrativa experimental. A forma como o autor brinca com a linguagem e a estrutura narrativa é simplesmente genial, e os desafios que ele propõe ao leitor são instigantes e enriquecedores.

Se você é fã de literatura e busca uma leitura desafiadora e emocionante, não pode deixar de ler "A Trilogia de Nova York". Essa obra-prima de Paul Auster é um tesouro da literatura contemporânea e uma experiência inesquecível para qualquer amante das letras.

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços