Capa do Livro Jane Austen - Orgulho e Preconceito

Jane Austen - Orgulho e Preconceito

868 palavras · 5 minutos tempo de leitura Romance Literatura Estrangeira

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

Jane Austen é uma das escritoras mais aclamadas de todos os tempos, e seu livro "Orgulho e Preconceito" é considerado um clássico da literatura inglesa. Com uma narrativa envolvente, personagens marcantes e uma história de amor que transcende as barreiras sociais, este livro é uma leitura obrigatória para todos os amantes da boa literatura.

A seguir, conheça um pouco mais sobre a obra de Jane Austen e descubra por que "Orgulho e Preconceito" é um livro que você não pode deixar de ler.

Um pouco sobre a autora

Jane Austen nasceu em 1775, na cidade de Steventon, na Inglaterra. Filha de um clérigo anglicano, ela cresceu em um ambiente intelectualizado e cercada de livros. Desde cedo, mostrou talento para a escrita e começou a criar suas primeiras histórias ainda na adolescência.

Ao longo de sua vida, Jane Austen escreveu seis romances, todos ambientados na Inglaterra do século XIX e com personagens que representavam a classe média rural da época. Seus livros eram marcados pela ironia, pelo humor e pela crítica social, e logo se tornaram populares entre os leitores da época.

Embora tenha tido sucesso em vida, Jane Austen só alcançou a fama mundial após sua morte, em 1817. Desde então, seus livros têm sido adaptados para o cinema, a televisão e o teatro, e sua obra continua a encantar leitores de todas as idades.

A trama de "Orgulho e Preconceito"

"Orgulho e Preconceito" conta a história de Elizabeth Bennet, uma jovem inteligente e independente que vive com sua família em uma pequena cidade no interior da Inglaterra. Quando o rico e arrogante Sr. Darcy aparece na região, Elizabeth logo se vê envolvida em uma série de mal-entendidos e conflitos com ele.

Apesar de inicialmente desprezar Darcy por seu orgulho e arrogância, Elizabeth começa a perceber que suas opiniões sobre ele podem estar equivocadas. Ao mesmo tempo, ela precisa lidar com a pressão da sociedade para encontrar um marido rico e influente, enquanto tenta seguir seu coração e escolher o homem que realmente ama.

Ao longo da história, os personagens de "Orgulho e Preconceito" são confrontados com questões como amor, preconceito, classe social e casamento arranjado. Com uma narrativa ágil e bem-humorada, Jane Austen constrói uma trama envolvente que prende a atenção do leitor do início ao fim.

Os personagens de "Orgulho e Preconceito"

Além de Elizabeth Bennet e Sr. Darcy, "Orgulho e Preconceito" apresenta uma série de personagens marcantes e bem construídos. Entre eles, destacam-se:

  • Jane Bennet: irmã mais velha de Elizabeth, é retratada como uma jovem doce e gentil, que está sempre disposta a ver o melhor nas pessoas.

  • Sra. Bennet: mãe das cinco filhas Bennet, é uma mulher fútil e obcecada por casamentos, que passa boa parte do livro tentando arrumar maridos para suas filhas.

  • Sr. Bennet: pai das cinco filhas Bennet, é um homem inteligente e irônico, que prefere passar o tempo lendo do que se preocupando com os problemas da família.

  • Sr. Collins: primo distante dos Bennet, é retratado como um homem pedante e pretensioso, que causa muita irritação nos outros personagens.

  • Charlotte Lucas: amiga de infância de Elizabeth, é retratada como uma jovem pragmática e realista, que decide se casar com Mr. Collins por conveniência.

Cada um desses personagens tem um papel fundamental na trama de "Orgulho e Preconceito", contribuindo para a construção de uma história rica e complexa, que aborda temas universais como amor, amizade, família e sociedade.

A linguagem de "Orgulho e Preconceito"

Uma das características mais marcantes de "Orgulho e Preconceito" é a linguagem utilizada por Jane Austen. Escrito em inglês arcaico, o livro pode parecer difícil de entender à primeira vista, especialmente para quem não está acostumado a ler obras clássicas.

No entanto, aos poucos, o leitor começa a se familiarizar com a linguagem de Jane Austen e a apreciar o seu estilo único de escrita. Com diálogos bem construídos e descrições detalhadas dos cenários e personagens, o livro transporta o leitor para a Inglaterra do século XIX, fazendo-o sentir como se estivesse vivendo a história ao lado dos personagens.

As adaptações de "Orgulho e Preconceito"

Ao longo dos anos, "Orgulho e Preconceito" já foi adaptado para diversos formatos, incluindo cinema, televisão e teatro. Algumas das versões mais famosas incluem:

  • Filme de 1940, dirigido por Robert Z. Leonard e estrelado por Greer Garson e Laurence Olivier.

  • Minissérie de televisão de 1995, produzida pela BBC e estrelada por Colin Firth e Jennifer Ehle.

  • Filme de 2005, dirigido por Joe Wright e estrelado por Keira Knightley e Matthew Macfadyen.

Cada uma dessas adaptações tem suas próprias características e méritos, mas todas conseguem capturar a essência da história de Jane Austen e transmiti-la de forma cativante ao público.

Conclusão

"Orgulho e Preconceito" é um livro que transcende gerações e culturas, conquistando leitores de todas as idades e nacionalidades. Com uma trama envolvente, personagens marcantes e uma linguagem única, esta obra-prima de Jane Austen é uma leitura obrigatória para todos os amantes da boa literatura.

Se você ainda não leu "Orgulho e Preconceito", não perca mais tempo. Compre o livro hoje mesmo e embarque em uma jornada emocionante pela Inglaterra do século XIX, ao lado de personagens inesquecíveis que vão cativar seu coração e sua imaginação.

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços