Capa do Livro O Homem que Sabia Javanês - Lima Barreto

O Homem que Sabia Javanês - Lima Barreto

461 palavras · 3 minutos tempo de leitura Literatura Brasileira Biografias e Memórias Romance Literatura Estrangeira

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

O Homem que Sabia Javanês: Uma história envolvente e cativante

O livro "O Homem que Sabia Javanês", de Lima Barreto, é uma obra literária envolvente e cativante, que conta a história de dois personagens muito diferentes entre si, mas que se unem em uma jornada inusitada.

A história

A trama se passa no Rio de Janeiro, na virada do século XX, e tem como protagonistas o senhor Policarpo Quaresma, um homem simples e sonhador, que tem uma grande paixão pela cultura brasileira, e o seu amigo Ricardo Coração dos Outros, um malandro carioca, que vive às custas da esperteza e da malandragem.

Policarpo é um homem íntegro e honesto, que tem uma grande admiração pelo idioma javanês. Ele acredita que a língua pode ser a chave para compreender a cultura do seu país e, por isso, dedica-se a estudá-la com afinco. Já Ricardo é um sujeito esperto e oportunista, que vê em Policarpo uma oportunidade de fazer dinheiro fácil.

A amizade improvável

Apesar das diferenças entre os dois personagens, eles acabam se tornando amigos e partem juntos em uma jornada rumo ao interior do Brasil, em busca de um tesouro escondido. Durante essa aventura, eles enfrentam diversas dificuldades e se deparam com situações inesperadas, que colocam à prova a sua amizade.

A crítica social

Além da história envolvente e dos personagens cativantes, "O Homem que Sabia Javanês" é uma obra literária que faz uma crítica social à realidade brasileira da época. Lima Barreto retrata a sociedade carioca do início do século XX, marcada pela desigualdade social, pelo preconceito e pela corrupção.

A importância da cultura brasileira

Outro tema importante abordado no livro é a valorização da cultura brasileira. Policarpo Quaresma é um personagem que representa o nacionalismo e a busca pela identidade cultural do país. Ele acredita que a língua javanesa pode ser a chave para entender as raízes da cultura brasileira e, por isso, dedica-se a estudá-la com afinco.

A linguagem

A escrita de Lima Barreto é marcada por uma linguagem simples e direta, que transmite com clareza as emoções e as sensações dos personagens. O autor utiliza também um tom irônico e sarcástico, que revela a sua visão crítica da sociedade em que vivia.

Conclusão

Em resumo, "O Homem que Sabia Javanês" é uma obra literária envolvente e cativante, que aborda temas importantes como a amizade, a crítica social e a valorização da cultura brasileira. Com uma linguagem simples e direta, Lima Barreto nos transporta para o Rio de Janeiro do início do século XX e nos apresenta personagens marcantes e inesquecíveis. É um livro que vale a pena ser lido e relido, pois sempre nos traz novas reflexões e aprendizados.

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços