Capa do Livro A Escola que Sempre Sonhei sem Imaginar que Pudesse Existir - Rubem Alves

A Escola que Sempre Sonhei sem Imaginar que Pudesse Existir - Rubem Alves

609 palavras · 4 minutos tempo de leitura Literatura Brasileira

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

"A Escola que Sempre Sonhei sem Imaginar que Pudesse Existir" é um livro encantador de Rubem Alves, que nos leva a uma viagem através da educação. Com sua linguagem doce e poética, Alves nos convida a refletir sobre o verdadeiro papel da escola na vida dos alunos e como ela pode ser transformada em um lugar de aprendizado significativo e prazeroso.

O livro é dividido em 15 capítulos, cada um abordando um tema diferente relacionado à educação. Desde a construção das salas de aula até a importância do brincar na infância, Rubem Alves nos convida a repensar tudo o que sabemos sobre a escola e a forma como ela é conduzida atualmente.

A Escola que Sempre Sonhei sem Imaginar que Pudesse Existir começa com um prólogo emocionante, em que Alves conta a história de como descobriu que sua filha havia sido diagnosticada com autismo. A partir dessa descoberta, ele passou a se interessar pela educação especial e a questionar a forma como as escolas lidavam com crianças com necessidades especiais.

Ao longo do livro, Rubem Alves nos apresenta diversos exemplos de escolas ao redor do mundo que estão revolucionando a educação. Ele fala sobre a Escola da Ponte, em Portugal, onde os alunos são os protagonistas do processo educativo e decidem o que querem aprender; a Escola da Serra, no Brasil, que valoriza a natureza e o contato com o meio ambiente como ferramentas de aprendizado; e a Escola Lumiar, também no Brasil, que utiliza a metodologia de projetos para incentivar a criatividade e a autonomia dos alunos.

Além disso, o autor também discute temas como a importância do afeto na educação, a necessidade de valorizar as diferenças entre os alunos e a importância do brincar na infância. Ele defende que a escola deve ser um lugar onde os alunos se sintam acolhidos e respeitados em sua individualidade, e não apenas um local onde se aprende conteúdos pré-determinados.

Em cada capítulo, Rubem Alves utiliza uma linguagem poética e envolvente para nos fazer refletir sobre a educação. Ele usa metáforas, histórias pessoais e exemplos práticos para ilustrar suas ideias e tornar a leitura ainda mais agradável.

Um dos pontos altos do livro é a forma como Rubem Alves aborda a questão da avaliação na escola. Ele critica o sistema atual de notas e provas, que muitas vezes desestimula os alunos e não mensura de forma adequada o aprendizado. Em vez disso, ele propõe uma avaliação mais formativa, que leve em consideração o processo de aprendizado dos alunos e não apenas o resultado final.

Outro tema importante abordado por Rubem Alves é a relação entre a escola e a sociedade. Ele defende que a escola deve estar inserida em seu contexto social e ajudar os alunos a compreenderem o mundo em que vivem. Além disso, ele critica a ideia de que a escola deve preparar os alunos apenas para o mercado de trabalho, argumentando que ela deve formar cidadãos críticos e conscientes de seus direitos e deveres.

No final do livro, Rubem Alves faz um apelo aos educadores e pais para que sejam agentes de transformação na educação. Ele acredita que é possível construir uma escola melhor, mais humana e mais significativa para os alunos, e que isso depende do engajamento de todos os envolvidos no processo educativo.

Em resumo, A Escola que Sempre Sonhei sem Imaginar que Pudesse Existir é um livro emocionante e inspirador, que nos convida a repensar a forma como encaramos a educação. Com sua linguagem poética e envolvente, Rubem Alves nos mostra que é possível construir uma escola mais humana e mais significativa para os alunos, e que isso depende do nosso comprometimento e dedicação.

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços