Capa do Livro A abolição do homem - C.S. Lewis

A abolição do homem - C.S. Lewis

451 palavras · 3 minutos tempo de leitura Ficção Científica e Fantasia Religião e Espiritualidade Literatura Estrangeira

Ei! Você também adora ler sempre que pode? Descubra o poder do Kindle!

A Abolição do Homem é um livro escrito pelo célebre autor C.S. Lewis. O livro explora a forma como a humanidade pode abdicar de suas próprias capacidades naturais e colocar-se sob o domínio de máquinas. O autor argumenta que é necessário preservar os valores humanos e liberdade de escolha, para manter a dignidade da humanidade.

O livro começa com uma discussão sobre a natureza da educação, afirmando que o objetivo da educação deveria ser o de desenvolver o melhor em cada aluno. O autor salienta que a educação deveria ser voltada para a aquisição de conhecimento, habilidades e valores, e não para a transmissão de informações. O autor também discute a importância da liberdade de escolha para o desenvolvimento da humanidade. Ele argumenta que, sem liberdade de escolha, não há possibilidade de desenvolvimento moral e intelectual.

No segundo capítulo, o autor discute as consequências da abolição da humanidade. Ele descreve a vida em uma sociedade governada por máquinas, onde a liberdade de escolha foi suprimida. Nesta sociedade, as pessoas são treinadas para responder automaticamente às condições externas, sem qualquer pensamento independente. Isso leva a um estado de apatia e submissão.

O terceiro capítulo trata da necessidade de preservar a dignidade da humanidade. O autor argumenta que a humanidade deve ser preservada, pois ela é o único meio de obtermos uma vida plena. Ele acredita que a liberdade de escolha é essencial para o desenvolvimento moral, intelectual e espiritual dos seres humanos.

No quarto capítulo, o autor discute a importância da educação para a preservação da humanidade. Ele defende que a educação deve ser fundamentada na liberdade de escolha e na aquisição de conhecimento. Ele acredita que é necessário ensinar os jovens a pensar criticamente, a fim de que eles possam desenvolver suas próprias opiniões sobre questões importantes.

O quinto capítulo discute a importância da religião na preservação da humanidade. O autor argumenta que a religião fornece orientação moral, e que é necessário preservar a liberdade de culto para manter a dignidade da humanidade.

O livro termina com uma discussão sobre como os seres humanos podem resistir à abolição da humanidade. O autor argumenta que é necessário preservar a liberdade de escolha, a fim de que as pessoas possam continuar a desenvolver-se moralmente, intelectualmente e espiritualmente.

A Abolição do Homem é um livro importante, pois oferece uma visão reflexiva sobre a forma como a humanidade pode abdicar de suas próprias capacidades naturais e colocar-se sob o domínio de máquinas. O autor faz uma defesa convincente da necessidade de preservar os valores humanos e liberdade de escolha, a fim de manter a dignidade da humanidade. Um livro necessário para todos aqueles que desejam preservar a liberdade e a dignidade humanas.

Você pode buscar seu livro direto na Amazon clicando aqui.

Melhores preços na Amazon

Compre agora na Amazon com os melhores preços